MAPP Arquiva a memória e cultura da Paraíba
19/06/2016 13:08 em Cultura Cidades

O Museu de Arte Popular da Paraíba, aberto em parceria com a Universidade Estadual da Paraíba, verdadeiramente é o espaço que resguarda, em um memso local, toda diversidade da cultura popular musical desta região brasileira. Sendo um projeto arquitetônico que passou pelas mãos de Oscar Niemeyer, salta explendidamente sobre o lago (açude velho) que localiza-se bem ao centro comercial e turístico da cidade de Campina Grande, com uma vista de 360 graus de tudo ao seu entorno. Formado por três salas, circulares, cada uma buscando registrar o máximo da história regional de um povo que sempre amou a literatura, música e suas cantorias. Para a população local, ese é o "Museu dos Tês Pandeiros",  certamente, por está ao lado da praça que abriga replicas de Jacson do Pandeiro e Luiz Gonzaga, bem como o formato arquitetônico dado ao prédio assemelhando a três pandeiros (3 circulos). 

Na Sala 1 - Peças históricas e coevas do artesanato:

Apresenta sinteticamente um pouco de tudo aquilo que é produção artesanal e artística, bem como suas técnicas, inventos. Tudo que se encontra exposto nesta sala, ainda transcreve uma dimunuta parte do que existe na cultura artesanal e relativa as artes paraibanas.

Na Sala 2 - Registra a discografoia seus objetos e imagens:

Região destinada a registrar o máximo da história musical dos artistas, compositores, músicos e seus arranjadores reginais, abrigando enorme acervo musical e ainda  podendo conceder ao visitante, ouvir muitas destas obras através de nootbooks atrelados a fones de ouvidos.

Na Sala 3 - Imprime o universo Cordel:

Representa fielmente uma das miores estirpe da formação poética-musical do nordeste; desde Agostinha Nunes da Costa, Nicandro, Nicodemos, Romano Elias da Paz, Silvino Piraruá Lima... entre tants outros.

Verdadeiramente um local para ser visitado, tanto pela sua deslumbrante vista dúrna e noturna, como pelo acervo cultural histórico bem como pela sensação agradável de flutuar sobre o imenso lago da cidade.

FONTE: Folder MAPP

Fotos e Edição: Agnaldo Silva (FMG).

 

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!